Inclusão da Diversidade
#15 – Diversidade Etária

“Envelhecer não é para os fracos. Ainda mais num país em que a palavra soa como um crime. A pessoa faz aniversário e já sai tentando arrumar uma identidade falsa. Não dá pra continuar incentivando esse preconceito.”

 

Para encerrar a série Inclusão da Diversidade, não poderíamos deixar de lado o preconceito e discriminação pela idade ou etarismo. 

Quantas vezes vc não ouviu a seguinte frase: você não tem mais idade para isso ou esse corte de cabelo não combina com a sua idade ou esse modelo de roupa, essa balada noturna, não são mais apropriados para sua idade. E se entrarmos no mercado de trabalho, pior ainda, quantas recusas de pessoas ainda produtivas e competentes, para uma vaga simplesmente por serem consideradas velhas demais.

Isso é o que chamamos de preconceito ou discriminação com a idade ou etarismo. Ele está em todos nós e é tão comum que quase não nos damos conta. É mais um dos viéses inconscientes que temos.

Recentemente um episódio da Porta dos Fundos chamado “Responsável”, em que Fábio Porchat interpreta um homem numa reunião online que é interrompido pela mãe várias vezes e o Porchat trata a mãe de 55 anos, em todas as vezes, como se ela fosse uma criança, causou estranheza, repúdio e muitas reações.

Das respostas, a mais elegante e inteligente, na minha percepção foi a da Cris Guerra. Cris é uma mulher grisalha, tatuada, de 50 anos, escritora e influencer de moda – se ainda não viu, veja no youtube

Obrigado Cris pela conversa inspiradora. foi um enorme prazer e aprendizado essa conversa.

 

Compartilhe este(a) conversa inspiradora

Fórum deste(a) conversa inspiradora

Deixe aqui seu comentário