Isolamento social ou isolamento físico?

Estamos falando e repetindo a expressão “isolamento social” quando deveríamos falar em isolamento físico. O que se deseja nesse momento, face a pandemia que estamos vivendo, é que as pessoas evitem se aproximar fisicamente umas das outras. Abraçar, cumprimentar e se manter pelo menos 02 metros de distância passaram a ser regras de convivência importantes, mas isso não pode impedir de criarmos conexões humanas e estarmos com as pessoas.

Há movimentos incríveis nessa direção. Tenho acompanhado na rede (Instagram, Facebook e outras plataformas) festivais, trocas, encontros, aproximando as pessoas. A tecnologia hoje pode nos aproximar das pessoas. Posso falar por horas com meu amigo que mora em NY, posso fazer uma sessão de coach e terapia ajudando pessoas que estão com dificuldades, posso até conduzir um atendimento médico por plataformas que conectam pessoas em todo o mundo. Posso juntar até muitas pessoas. Outro dia um amigo compartilhou uma happy hour virtual dos amigos do escritório. Empresas tem usado esse recurso, como reunião de alinhamento e acompanhamento de pessoas em home office.

A tecnologia nos aproximou socialmente, nos deixou tão próximos que nos relacionamos com pessoas do outro lado do mundo como se fosse nosso vizinho da casa ao lado.

Então por que falar em afastamento social se não é isso que queremos e precisamos fazer?

Precisamos nos afastar fisicamente das pessoas visto que o COVID-19 é um vírus que se transmite pelo toque, pelo contato. O convite deve ser de nos mantermos distantes fisicamente, mas nos aproximarmos socialmente. A mensagem deveria ser, se conecte com as pessoas, procure as pessoas, porque onde estiverem, elas  estarão tão impactadas quanto cada um de nós e precisando do “toque”, de uma conexão humana, nesse momento mais do que nunca precisamos desse toque humano dentro de um ambiente digital e tecnológico, conturbado e incerto.

A conexão digital vai ajudar a manter a proximidade e quando tudo isso passar, perceberemos que foi rápido e nem vamos sentir o afastamento das pessoas, por que estivemos conectados o tempo todo … perto delas, não fisicamente, mas emocional e socialmente.

Se conecte ilimitadamente com as pessoas, aproxime-se da sua rede, “toque” as pessoas com seu contato e mantenha a humanidade perto de todos nós.

Fórum deste(a) post

Deixe aqui seu comentário